domingo, 8 de maio de 2016

Eu sou Coelho!

 Passei minha infância e juventude em Santa Teresa e Horto, tradicionais redutos da torcida do América. Costumo dizer, quando falam em Kombi do América, que um dos meus tios era o motorista, e eu, meu pai e alguns tios e primos éramos passageiros. 

Estive presente no Mineirão nos títulos de 1971 e 1993, já vi o América fazer 5 a zero no Cruzeiro em um amistoso e neste dia voltei sozinho para casa com a camisa do clube em um ônibus cheio de cruzeirenses, e assisti muito treino do Coelhão no Independência (na época chamado Campo do Sete) e no Colégio Militar (onde estudei de 76 a 82). Fiz até meu pai cota do América e fazer parte do Conselho do clube por um tempo.

Parei de ir ao campo quando começaram as brigas, uma vez levei um copo de chope na cabeça num jogo contra o Galo nos anos 90 e confesso que a partir daí ir no Mineirão para mim perdeu a graça. Confesso que ainda estou por ver um jogo do Coelho no novo Independência, faz mais de 20 anos que não piso num estádio de futebol.

Nada disto importa agora, hoje torci de longe (SEM pijama!) e fiquei MUITO feliz, como há quase 20 anos não me sentia com futebol. Que seleção que nada, pra mim paixão de futebol é pelo nosso clube de coração, e o meu, com muito orgulho, SEMPRE foi e SEMPRE será o meu querido América!


Coeeeelhoooo!

***************************************************

Ivo Michalick, 08 de maio de 2016
Twitter: @ivomichalick
Belo Horizonte - BRASIL



Nenhum comentário:

Postar um comentário